Matheus Salles

0
217

Jovem, torna-te o padrão!

Essa famosa frase pronunciada por um dos maiores vultos do cristianismo ressoa até os dias de hoje de uma maneira vívida e instigante (1 Tm 4.12). De uma perseguição que se tornou ferrenha através do império romano pelas mãos de Nero e de uma oposição árdua dos falsos mestres que assolavam a Igreja no primeiro século, Paulo ordena que Timóteo erga-se como um baluarte e se torne o padrão para a igreja de Éfeso.

Torna-te o padrão

Os dias de hoje não são tão diferentes dos dias do apóstolo Paulo e do jovem Timóteo. De um lado temos uma oposição intensa do mundo; do outro, uma luta interna com os falsos mestres e o falso evangelho. Porém, a ordem do apóstolo permanece inalterada a todos nós – Torna-te o padrão.

A maior refutação aos falsos mestres não ocorreria com apenas Timóteo usando a “sã doutrina”. Por incrível que pareça, o que calaria estes homens seria o exemplo desse jovem (1 Tm 4.12). Ele deveria ser o “ideal”, o “modelo”, a “imagem”, o “padrão” digno de imitação. Seria pela sua conduta que verdadeiramente a igreja saberia que ele estava abalizado na doutrina.

Manifeste a doutrina na prática

Paulo demonstra que ortodoxia anda de mãos dadas com a ortopraxia; o credo abraça-se com a conduta; a doutrina com a piedade e o conhecimento com a santidade, pois a maneira como cremos afeta profundamente a maneira como vivemos. Se a nossa doutrina for distorcida, a nossa vida espiritual também será.

Manifeste o teu progresso a todos

Timóteo deveria cuidar de si no exemplo, na doutrina e na perseverança destas coisas para que pudesse salvar a si mesmo e aos outros (1 Tm 4.16). Era desta forma que o seu progresso se tornaria notório diante da igreja, pois o progresso na vida cristã vem alicerçado na doutrina que gera a verdadeira piedade (1 Tm 4.7).

Conclusão

Jovem, em tempos tão difíceis como este que vivemos, o que Deus exige de nós é que sejamos um padrão digno de ser imitado pela própria igreja. Quando nos esmeramos para ser o padrão, a nossa mocidade não se torna desprezada mas admirada, animando os outros a seguirem o nosso exemplo de piedade, portanto, não sucumba diante dos padrões deste mundo, mas torna-te o padrão digno de imitação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here